Estoque é prejuízo.

Uma frase tão simples pode levantar uma questão bastante complexa, mas o fato é que estoque não é patrimônio e nem dinheiro.

Ou melhor: estoque é dinheiro sendo desvalorizado a cada dia.

Pense:

Se você aplica seu dinheiro na poupança (que é a pior forma de aplicar dinheiro), ele fica rendendo um pouquinho mensalmente.

Se você aplica no Tesouro Direto ou em um CDB, por exemplo, ele rende um pouquinho mais.

Mas se o seu dinheiro vira semijóias e você vai deixando elas acumularem no estoque, o que acontece mensalmente?

NADA.

Além delas ocuparem espaço, são parte de um dinheiro que poderia estar rendendo e está estacionado.

Isso não significa que você não deve comprar semijóias para revender, significa apenas que você deve cumprir seu objetivo, ou seja, VENDER!

Cada dia que passa e você deixa suas peças lá, paradinhas, elas estão sendo desvalorizadas pela inflação e deixando seu dinheiro estacionado.

Se você comprou uma peça por R$5, planejando vender por R$20 há 6 meses atrás, já deve ter percebido que com R$20, no supermercado, não dá mais para comprar o que você compraria a 6 meses atrás.

Quando falamos em números pequenos, como R$5, R$20, isso parece aceitável, mas se você multiplicar esses valores por uma quantidade razoável de peças, poderá ficar um pouco assustada ao perceber quanto dinheiro está parado e desvalorizando no seu estoque.

Para mudar esse cenário, a dica é: LIQUIDE!

Coloque seu estoque para rodar!

Faça promoções, descontos, monte kits promocionais, crie campanhas do tipo: compre 3 e ganhe 1.

Além de serem ótimas estratégias de marketing e gerarem bastante resultado nas vendas, essas ações servem pra transformar seu estoque em DINHEIRO.

Não perca o foco no meio do caminho. Você é o motor do seu negócio.

BOAS VENDAS.

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *