Quando alguém pergunta o que você faz ou no que você trabalha, qual é a sua resposta?

Muitas de vocês diriam: “Sou vendedora de semijóias” ou “Sou sacoleira” ou ainda, “Sou revendedora Avon e vendo outras coisinhas também”.

Nâo é de se surpreender se algumas de vocês contarem a história de que, frequentemente um parente muito próximo chega com uma oferta de trabalho, perguntando se vocês não querem um emprego.

Isso se repete na vida da maioria das vendedoras e revendedoras de semijóias, catálogos e roupas.

Mas a pergunta é: Por quê?

Porque a coragem é uma coisa que incomoda.

E não incomoda nossos inimigos, incomoda justamente nossos amigos e as pessoas que nos amam.

Fugir do que é tradicional e considerado seguro pela maioria das pessoas, é colocar os pés em um terreno onde nunca ninguém pisou.

Ser chamado de louco, irresponsável, sonhador, maluco… tudo isso faz parte dessa trajetória e muitos dos maiores empresários do mundo precisaram ter esses momentos de coragem e loucura.

Infelizmente, muitos desses “loucos” não ficam famosos, não criam fortunas e não se tornam grandes empresários e aí vem mais uma vez a pergunta: por quê?

Entre centenas de motivos possíveis, um deles é que nem todo mundo que tem a coragem e a ousadia necessária, racionaliza o que está fazendo e é isso que faz com que alguns “loucos” dêem certo e outros não.

Meu convite hoje é pra que você se sinta mais do que uma simples vendedora de semijóias e passe a ser uma empreendedora do mercado das semijóias.

Faça mais do que comprar semijóias para revender.

Estude!

Procure o SEBRAE mais próximo de você e peça sugestões e conselhos de um especialista da área, isso é gratuito!

Utilize as mídias sociais a seu favor.

Canais de empreendedorismo como os canais do SEBRAE, E-commerce Brasil e Endeavor, trazem quase que diariamente conteúdos riquíssimos e gratuitos para empreendedores.

O facebook também tem suas utilidades e não é difícil encontrar grupos de empreendedores que trocam ideias e se ajudam no objetivo de manterem-se motivados e atualizados com o que há de importante em cada um dos segmentos.

Você não precisa SER pequeno. Você pode ESTAR pequeno e ser muito GRANDE.

Conte conosco!

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *